SOBRE A ENTIDADE ORGANZADORA DO EVENTO

Please find the English version below.

O CENCIB – CENTRO INTERDISCIPLINAR DE PESQUISAS EM COMUNICAÇÃO E CIBERCULTURA do Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PEPGCOS/PUC-SP) constitui entidade acadêmica sem fins lucrativos, situada na área de Comunicação e voltada para (a) o desenvolvimento de estudos e pesquisas teóricas e (b) a produção avançada de crítica conceitual acerca da cibercultura, concebida de maneira ampla, como marco epistêmico referencial do contexto social-histórico, tecnológico e mediático contemporâneo.

De caráter intra- e inter-institucional, vocacionado a intercâmbios nacionais e internacionais, o CENCIB configura espaço científico, intelectual e cultural comum a pesquisadores(as) e Grupos, Núcleos, Centros e Institutos de Pesquisa articulados em torno (a) de temáticas concernentes ao recorte mencionado, (b) da necessidade de inovação teórica, epistemológica e metodológica compatível com os princípios da interdisciplinaridade e (c) baseados preferencialmente em Programas de Pós-Graduação nas áreas de Ciência da Informação, Semiótica, Filosofia, Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Psicologia, Psicanálise, História, Educação, Artes, Literatura, Geografia e Economia.

Coordenado pelo Prof. Dr. Eugênio Trivinho e certificado pela Comissão Geral de Pós-Graduação da PUC-SP, o CENCIB encontra-se cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. [http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhepesq.jsp?pesq=0202215328828014].

Em agosto de 2004, a entidade organizou, em parceria com o Centro de Pesquisas Sociossemióticas (CPS) e com o Centro de Inteligência Coletiva e Hipermídia (CICH), ambos da PUC-SP, o Ciclo de Conferências e Debates “Horizontes do cibermundo: tensionar o presente, repensar a existência”, concebido para inserir o cenário social-histórico e tecnocultural contemporâneo na agenda de uma reflexão teórica mais criteriosa.


English version

CENCIB – Interdisciplinary Centre for Research on Communication and Cyberculture, belonging to the Postgraduate Study Program on Communication and Semiotics of the Pontifical Catholic University of São Paulo (PEPGCOS/PUC-SP) consists of an intra- and inter-institutional academic centre situated in the Communication area and exclusively directed to (a) the development of theoretical studies and research and to (b) the advanced production of conceptual critique about cyberculture, broadly understood as an epistemological reference to define the contemporary socio-historical, technological and mediatic context.

Inclined to national and international interchanges, the CENCIB configures common scientific, intellectual and cultural sphere to Researchers and Research Groups, Nucleus, Centres and/or Institutes articulated around (a) themes concerning the aforementioned outline, (b) the need for theoretical, epistemological and methodological innovation in compatibility with the principles of interdisciplinarity and (c) preferentially based on Postgraduate Programs in Information Science, Semiotics, Philosophy, Sociology, Anthropology, Political Science, Psychology, Psychoanalysis, History, Education, Arts, Literature, Geography and Economics.

Coordinated by Prof. Dr. Eugênio Trivinho and certified by Post-Graduation General Commission of the PUC-SP, the CENCIB is located in the Research Groups Directory of the CNPq - National Council of Scientific and Technological Development

In August 2004, the Centre organized, with the special collaboration of the Centre for Social and Semiotic Research (CPS) and the Centre for Collective Intelligence and Hypermedia (CICH), both belonging to PUC-SP, the Cycle of Conferences and Debates on “Horizons of the cyberworld: stretching the present, rethinking existence” (see four attached document) originally conceived to insert the socio-historical and technological contemporary scene into the agenda of a more accurate theoretical reflection.


Sinopse do perfil institucional


Grandes áreas do conhecimento: Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas e Lingüística, Letras e Artes.
Área de conhecimento específica: Comunicação.

Áreas de conhecimento afins: Sociologia, Filosofia, Antropologia, Ciência Política, Ciência da Informação, Psicologia, Psicanálise, Artes, Literatura, Educação, História, Geografia e Economia.

Campo temático nuclear: (a) articulação, modulação e estruturação da existência humana pelas tecnologias e redes virtuais; (b) especificidade da cultura e da vida social contemporânea, fincados nessas tecnologias e redes; (c) relação entre ente humano, máquina e redes nesse contexto.

Palavras-chave: crítica; técnica, velocidade; comunicação, signo, significação; cibercultura, dromocracia, media interativos, informatização social; redes digitais, cyberspace; tempo real, virtualidade; existência, imaginário; violência; neo-utopias. Key words: critique; technique, speedy; communication, sign, signification; cyberculture, dromocracy, interactive media, social computerizing; digital networks, cyberspace; real time, virtualisation; existence, imaginary; violence; neo-utopia.

Perspectivas teóricas contempladas: semiótica, fenomenologia, teoria crítica, psicanálise, sociopsicanálise, teoria do conhecimento e da linguagem, estudos culturais, pós-estruturalismo, teorias da cultura pós-moderna, neo-marxismo, teoria das mediações, crítica da técnica e das tendências tecnológicas, dromologia, sociologia e antropologia políticas da cultura mediática e outras modalidades independentes de crítica da organização atual da vida humana.

Sobre a instituição promotora do Simpósio

PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM COMUNICAÇÃO E SEMIÓTICA DA PUC-SP


Criado em 1972 e credenciado pelo Parecer CFE 383/73, o Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PEPGCOS/PUC-SP) é o mais antigo Programa stricto sensu na área de Comunicação no Brasil. Seu objeto de estudo são os processos comunicacionais que se realizam através de mediações codificadas, tecnológicas ou não, e que, em tais condições, estabelecem dinâmicas interativas e culturais, seja no âmbito individual, seja no universo coletivo ou massivo. No arco desses processos, a Comunicação encontra na Semiótica, encarada como lógica da linguagem, um importante instrumento de análise e interpretação científica.

Nesse contexto, os objetivos fundamentais do PEPGCOS/PUC-SP convergem para o fomento permanente de condições acadêmicas de excelência voltadas para (1) o desenvolvimento de práticas de ensino, orientação e pesquisa, nos níveis de Mestrado e Doutorado, no âmbito do mencionado objeto de estudo; (2) a formação de quadros qualificados para o desempenho de funções intelectuais em Instituições de Ensino Superior; e (3) a contribuição acadêmica (em matéria de pesquisa científica) para a estruturação progressiva e consistente da área de conhecimento a que o Programa pertence – a Comunicação –, como forma específica de contribuição institucional ao desenvolvimento educacional, científico e tecnológico do país.

Atualmente, o Programa se articula em torno de uma Área de Concentração e de duas Linhas de Pesquisa, conforme abaixo:

Área de Concentração
Signo e Significação nas Mídias

Compreende atividades científicas de pesquisa, ensino e orientação sobre sistemas de signos e processos de significação no campo dos fenômenos comunicacionais, em especial no contexto das diversas mídias, entendidas em suas dimensões semióticas e inserções culturais, com as respectivas implicações epistemológicas, históricas, sociais e tecnológicas.

Área de Concentração
SIGNO E SIGNIFICAÇÃO NAS MÍDIAS

Compreende atividades científicas de pesquisa, ensino e orientação sobre sistemas de signos e processos de significação no campo dos fenômenos comunicacionais, em especial no contexto das diversas mídias, entendidas em suas dimensões semióticas e inserções culturais, com as respectivas implicações epistemológicas, históricas, sociais e tecnológicas.

Linhas de Pesquisa

1. CULTURA E AMBIENTES MIDIÁTICOS

Estudos das relações entre a produção midiática e o contexto histórico e cultural, implicando-se, nesse recorte, as mediações e impactos sociais, políticos, cognitivos e tecnológicos na organização da vida cotidiana. Nessa perspectiva, investigam-se as relações entre comunicação e temporalidades, espacialidades, hibridismos, corporalidades, visualidades e intersubjetividades – temáticas consideradas nos níveis regional, nacional e/ou mundial.

2. PROCESSOS DE CRIAÇÃO NAS MÍDIAS

Teorias e processos de criação nas diferentes mídias, realçando os procedimentos que tornam possíveis essas produções. São investigadas as etapas que compõem a construção de um produto midiático, enfatizando opções teóricas que entendem a obra como o resultado de um percurso de criação estético-conceitual. As pesquisas objetivam, por um lado, o acompanhamento crítico dos processos criativos e, por outro, a produção dessa crítica por meio da expressividade midiática (ou hipermidiática) em questão. Temáticas como a produção do conhecimento na área de Comunicação, a interlocução com o conceito de experiência estética e reflexões sobre autoria contextualizam os objetos de pesquisa.

3. ANÁLISE DAS MÍDIAS

Fundamentada em teorias semióticas (cultural, discursiva e peirceana), sociológicas e psicanalíticas, a Linha de Pesquisa investiga os textos da cultura midiática. Entendendo-se texto como os produtos das mídias, impressas, visuais, audiovisuais, hipermidiáticas e seus sincretismos de linguagens, analisam-se os sentidos e os regimes por eles constituídos, de visibilidade, interação, subjetividade, identidade e sociabilidade.


Site desenvolvido por Paulo Alves de Lima, da equipe do CENCIB-PEPGCOS/PUC-SP e da Comissão Organizadora do Simpósio
Rua João Ramalho, 182, 4º andar, CEP 05.008-000, Perdizes, São Paulo/SP